Vinhedo Mujer Andina

Mulher Andina, Vinhos e Espuma, nasceu em 2011 pela enólogo chileno Andrea Jure. A partir da sutileza de seu nome, Andi, a marca que o identifica é criada. A majestade da Cordilheira dos Andes é a estrutura para essa trabalhadora, mãe e apaixonada por vinho, desenvolver produtos inovadores e de qualidade, sob uma filosofia orgânica e sustentável com o meio ambiente. Andi com novas idéias de produção orgânica. Motivado pela inovação, uniu conceitos e foi assim que nasceu a LEVITA BRUT ROSE 2012, o primeiro projeto da Mulher Andina: um espumante Syrah rosé do Vale do Maipo, cuja maior diferença com o que existe no mercado é que é um produto elaborado Com uma linha clássica de tinta, vinificada a baixa temperatura, como um vinho branco, para manter sua frescura e aromas. Além disso, o Levita é um dos poucos vinhos espumantes feitos com uvas 100% orgânicas e com o método "Champenoise" ou tradicional. O segundo projeto Andina Woman é o Ai !, um vinho espumante nascido em 2014, produzido com as cepas clássicas Chardonnay e Pinot Noir e com o método “Charmat”. A filosofia desta nova linha é usar uvas provenientes de diferentes vales de vinho no Chile. Para esta primeira versão, foi escolhido o Biobío, cujas maravilhosas qualidades de clima frio proporcionam frescor às uvas ainda pouco utilizadas em espumantes, que serão refletidas no Ai !, Um vinho com visual inovador e diferenciado. A mulher andina, sempre no caminho da inovação, desenvolveu seu terceiro projeto a partir da safra de 2015: uma montagem de reserva de qualidade vermelha, feita com Carménère e Syrah e com uvas 100% orgânicas da Alto Maipo. Seu nome, "Gallos de Pelea", refere-se tanto às lutas de galos típicas no Chile quanto à personalidade feroz, esforçada e trabalhadora dos chilenos.